Postal manuscrito do inventor Louis Lumière recompensando um cliente que autorizou o uso dos seus retratos para criar cartões postais.

Carta escrita e assinada por Louis Lumière para o Sr Marziou, provavelmente um cliente que autorizou Lumière a usar seus retratos para criar cartões postais, em troca de um exemplar com a fotografia dele e da sua família (nosso documento). Na frente, o texto abaixo e a fotografia tirada pelos irmãos Lumière ; no verso, o endereço, com o selo e a menção « Société Lumière – Lyon ». Em Francês. 13,8 cm x 9 cm. Lyon, França, o 20 de abril de 1904. Bom estado. R$ 3.500.

Lyon, 20 de abril de 1904.

Senhor,

Tendo obtido do Sr. Sallerin a autorização para publicar seus retratos em cartões-postais com a condição de lhe enviar um deles, eu remeto este exemplar rogando que aceite a expressão de meus distintos sentimentos.

Lumière.

Louis Lumière (1864 – 1948) e seu irmão Auguste, ambos engenheiros, inventaram o cinematógrafo, uma máquina de filmar e projetor de cinema. São considerados os pais do cinema junto com Georges Méliès, outro francês. Produziram alguns documentários curtos para promover a invenção, mas sem acreditar em um futuro comercial.

Os irmãos Lumière eram filhos de um fotógrafo e fabricante de películas fotográficas, viviam na cidade francesa de Lyon. Aproveitando o material da fábrica, desenvolveram outras técnicas importantes, especialmente no ramo da fotografia : o primeiro processo de fotografia colorida, a placa fotográfica seca e a fotografia em relevo.

A partir de 1904, a administração postal divide o verso do cartão em duas partes, uma para correspondência, e a outra para o endereço. Portanto, alguns fotógrafos, como os irmãos Lumière, aproveitam o novo espaço disponível para promover suas produções, o que rapidamente popularizou a fotografia no mundo inteiro.

Por que esse documento é raro ?

Este postal, escrito e assinado por um dos maiores inventores do século, torna-se então um documento histórico, 100 anos antes da fotografia digital e das primeiras redes sociais.

♦ R$ 3.500 ♦