Sobre o mesmo assunto

Exilada em Petrópolis, sem o marido, durante a Segunda Guerra Mundial, a Condessa continua otimista.

Cartão postal representando a Condessa de Paris ou Princesa Isabel de Orléans e Bragança, e seus quatro filhos, ainda pequenos. Sem informação sobre o destinatário. Em francês.  13,5 cm x 8,7 cm. Excelente estado. Vem com um texto da Condessa no verso, com votos de feliz ano novo (1940). R$ 450.

Petrópolis, 26 de dezembro de 1939.

Esperando revê-lo em breve, venho desejar-lhe de todo o coração um feliz ano novo.

Sua afeiçoada,

Isabelle

Condessa de Paris

A Condessa de Paris ou Princesa Isabel de Orléans e Bragança (1911 – 2003) era neta de Gaston d´Orléans e da Princesa Isabel, a última princesa imperial do Brasil e filha do Imperador Dom Pedro II do Brasil.

Considerada uma das mulheres mais bonitas de sua época, casou-se em 1931 na Itália, com seu primo Henrique de Orléans (1908 – 1999), herdeiro suposto do extinto trono real francês . Morou com sua família na Bélgica, Espanha, Portugal, Marrocos e especialmente na França, onde viveu grande parte de sua vida, organizando muitos jantares com a elite mundial, mas também vários eventos beneficentes. Generosa, elegante, poliglota e simpática, foi muito respeitada e admirada, especialmente pelos franceses.

Por que esse documento é raro ?

Esta carta, além de mostrar sua caligrafia elegante, mostra a Condessa de Paris com seus quatro filhos (teve onze filhos no total), quando se exilou no Brasil, em Petrópolis, durante a Segunda Guerra Mundial, sem o marido, que ficara na Europa. Alguns dias depois, em janeiro de 1940, o pai dela, Príncipe Pedro de Alcântara D´Orléans-Bragança, falecia.

♦ R$ 450 ♦