Álbum de fotografias autografadas pelas lendas da música popular brasileira dos anos 30, 40 e 50.

Album com 22 fotografias autografadas para « Angela » dos cantores, músicos, compositores e atores brasileiros mais importantes dos anos 1930 e 1940. Em plena era do rádio, criaram muitos clássicos do samba e do famoso carnaval brasileiro. Em português. 24 páginas. 20 cm x 14 cm. Estado médio, algumas manchas.

• Orlando Silva (1915 – 1978), o « cantor das multidões », foi um dos mais importantes cantores brasileiros da primeira metade do século XX. Foi descoberto enquanto cantava no seu carro e tornou-se um grande sucesso, considerado por muitos a mais bela voz do Brasil.

• Francisco Alves (1898 – 1952) foi também um dos mais populares cantores do Brasil. Devido a sua voz firme e potente, era conhecido como o « Rei da Voz ». Compôs algumas obras-primas da canção brasileira : « Meu Companheiro », « A Mulher que Ficou na Taça », « Dona da Minha Vontade », « Por Teu Amor ».

• Almirante (1908 – 1980) foi cantor, compositor, escritor, radialista e pioneiro pesquisador de MPB. Gravou alguns clássicos eternos da MPB, como « Mulher Exigente » e « Na Pavuna ». Lançou também muitas marchinhas de carnaval antológicas. Pesquisador e colecionador, ele conseguiu armazenar 35 mil partituras.

• Dircinha Batista (1922 – 1999) foi também uma cantora de enorme sucesso no Brasil. Em mais de quarenta anos de carreira, ela gravou mais de trezentos discos em 78rpm, com muitos grandes sucessos, especialmente músicas carnavalescas. Além disso, trabalhou como atriz em dezesseis filmes.

• Joel (1913 – 1993) e Gaúcho (1911 – 1971) formaram uma dupla em 1930, no Rio de Janeiro, que teve sua fase principal até 1947. Lançaram « Pierrô apaixonado » marcha de grande sucesso no Carnaval, que se adicionou a uma série de êxitos carnavalescos como « Cai, cai » e « Aurora ». No mesmo ano a dupla participou do filme « Alô, alô Carnaval » e se apresentaram no Copacabana Palace Hotel. Gaúcho, mais tarde produtor, produziu o primeiro disco de Roberto Carlos em 1959.

Por que esse documento é raro ?

Talvez o único clichê do Brasil – com a paixão do futebol – totalmente verdadeiro : a música faz parte do dia-a-dia dos brasileiros como em poucas outras nações ou culturas ! O choro e o samba, a chamada Musica Popular Brasileira, se expandiram muito a partir dos anos 1930 – na Era do Rádio e das primeiras gravações – com alguns intérpretes conquistando uma audiência nacional e internacional. Assim começou a fama mundial do Carnaval. Muitos dos talentos desse álbum incomum contribuirão significativamente para o patrimônio musical brasileiro.