O pintor, desenhista e caricaturista deixa uma dedicatória neste pequeno livro reproduzindo suas obras.

Livreto com algumas reproduções de trabalhos de Emiliano di Cavalcanti e um autógrafo do artista. Uma página com o autógrafo, 21 reproduções de desenhos em preto e branco e 1 página sem nada. Em português. 16 cm x 22 cm. Rio de Janeiro, 1965. Estado médio.

Para o Rubem Braga com um abraço do velho amigo E. Di Cavalcanti. Rio, 16 janeiro 65.

Emiliano di Cavalcanti (1897 – 1976) foi um dois mais importantes artistas brasileiros : é lembrado como pintor, desenhista, ilustrador e caricaturista. No Brasil, ele idealizou a famosa Semana de Arte Moderna de São Paulo, ilustrou livros de Vinícius De Moraes ou Jorge Amado e trabalhou com Oscar Niemeyer para decorar o Palácio da Alvorada, residência dos presidentes brasileiros.

Por que esse documento é raro ?

Emiliano di Cavalcanti viajou também fora do país, especialmente na Europa, desde a década de 1920. Costumava ficar em Paris onde frequentou Picasso, Léger, Matisse, Satie, Cocteau e outros intelectuais franceses. Suas obras foram expostas em Londres, Berlim, Bruxelas, Amsterdã e Paris. Rubem Braga, amigo de Emiliano di Cavalcanti destinatário desse livreto autografado, era um dos melhores cronistas brasileiros e irmão do poeta Newton Braga.