Sobre o mesmo assunto

Uma primeira edição rara do livro As Setes Portas da Bahia apresenta uma dedicatória de Carybé e Jorge Amado para Vinícius de Moraes.

Livro As Sete Portas da Bahia, primeira edição de 1962. 331 paginas. Em português. 16 cm x 23 cm. Bom estado geral, algumas manchas de umidade. Vem com uma aquarela representando capoeiristas, uma dedicatória de Carybé e uma pequena assinatura (caneta azul) de Jorge Amado – para Vinícius de Moraes e Maria Lucia Proença (Lucinha), a quarta esposa do poeta. A imagem em preto e branco, ilustrativa, mostra Carybé e Jorge Amado com Vinícius de Moraes.

« Para meu irmão Vinícius e Lucinha, na toada do berimbau
e Jorge,
Carybé 62″

Obra rara e fora de catálogo, lançado em 1962, o livro fala sobre a cultura baiana, reunindo mais de 200 ilustrações de locais e tradições famosas da Bahia : o Pelourinho, o jogo de capoeira, Conceição da Praia a Festa do Bomfin, a Festa de Yemanjá ou Candomblé, entre outros. Os textos são do próprio Carybé e de Jorge Amado.

Nascido em 1911 na Argentina, Carybé (1911 – 1997), mudou-se adulto para o Brasil, onde passou a maior parte de sua vida. Viveu algum tempo no Rio de Janeiro, mas foi pela Bahia e sua cultura que Carybé apaixonou-se à partir de 1938. Os rituais afro-brasileiros, as tradições populares como a capoeira, a religião, as belezas naturais e arquitetônicas do Estado, inspiraram constantemente o pintor, escultor, muralista, cinegrafista e ilustrador de livros.

Muito culto, Carybé desenhou, « completando a escrita », para dezenas de autores brasileiros e estrangeiros como Mario de Andrade, Gabriel Garcia Márquez, Walt Whitman, Vinícius de Moraes ou Jorge Amado, dos quais era um grande amigo. Participou de dezenas de exposições individuais e coletivas no mundo inteiro, como a Bienal de São Paulo em 1971 ou a Bienal de Veneza em 1956.

Primeira edição em bom estado de um livro fundamental da cultura brasileira, essa peça torna-se excepcional por ter sido propriedade de Vinícius de Moraes, para quem Carybé e Jorge Amado destinaram esse desenho delicado e essa pequena frase poética. Uma testemunha da amizade e do respeito entre esses três monstros da cultura baiana e brasileira.

♦ R$ 2.500 ♦