Sobre o mesmo assunto

Um grande compositor italiano manda elogios intensos para a famosa fábrica de pianos Steinway & Sons, em Nova Iorque.

1. Carta de elogios, escrita pelo compositor italiano Ottorino Respighi (1879 – 1936), para a fábrica de pianos Steinway & Sons, em Nova Iorque. Em italiano, com tradução datilografada em inglês. Três páginas + A tradução. 30.5 cm x 20.3 cm. 06/01/1926. Papel de qualidade, caligrafia excepcional, excelente estado. R$ 2.700.

O piano Steinway não é um instrumento: é um mundo completo de tons; é magicamente obediente às menores nuanças do sentimento humano.

O que se espera, em geral, de um piano, é que traduza todas as nossas emoções em tantos sons; mas o Steinway faz mais do que isso: tira todas as barreiras que possam existir entre a emoção musical e a sua expressão por meio de harmonias.

O sentimento interior e sua expressão através do som, não são mais apenas paralelos, mas se tornam uma alma musical palpitando em inúmeras notas.

Ottorino Respighi
Para a empresa Steinway & Sons

2. Postal mostrando uma loja Steinway & Sons, em Los Angeles, Califórnia. Em inglês. 8.5 cm x 13.5 cm. 17/06/1908. Excelente estado.

3. Propaganda do diário nova iorquino The Independent para os pianos Steinway & Sons. Em inglês. 20.4 cm x 29.4 cm. 27/03/1920. Excelente estado.

Se a questão é saber quais são os melhores pianos do mundo, a resposta de um músico profissional seria provavelmente Steinway & Sons, um símbolo de prestígio e perfeição. A Steinway & Sons sempre utilizou os melhores materiais transformados e montados pelos carpinteiros mais competentes.

A reputação dos pianos da Steinway & Sons já era estabelecida na comunidade alemã quando seu fundador, Henry Engelhard Steinway (1797 – 1871), chegou em Manhattan com seus filhos em 1853, fugindo da Alemanha onde já tinha produzido 482 pianos de qualidade. O novo negócio expandiu rapidamente e fortaleceu ainda mais a reputação da marca.

A história da Steinway & Sons é uma verdadeira « success-story » americana, o sonho de todo empreendedor : um produto luxuoso, produzido em pequena escala por funcionários especialistas e orgulhosos, clientes pianistas reconhecendo sua qualidade no mundo inteiro há mais de 150 anos, um negócio de família que começou do nada e se expandiu da velha Europa para os Estados Unidos… Enfim, uma história muito interessante.

Por que esse documento é raro ?

Esta carta, que Ottorino Respighi escreveu para os donos da Steinway & Sons, parece um poema, uma declaração de amor a uma mulher. Raras são as oportunidades de ler tal elogio sobre uma marca, sobretudo por parte de um cliente.

♦ R$ 2.700 ♦