Sobre o mesmo assunto

Em 1950, o genial inventor da ficção científica comenta as críticas dos jornalistas com seu editor.

Carta assinada por Isaac Asimov para Erle Korshak da Shasta Publishers, em Chicago. Uma página. Em inglês. Aproximadamente 21 cm x 29 cm. Estados-Unidos, 14 de agosto de 1950. Excelente estado. R$ 1.200.

(…) Acabei de receber uma cópia não revisada de ‘The best Science-Fiction Stories: 1950′. (Frederic Fell). De certa forma irônico, não é? (…)

Cientista nascido na Rússia, naturalizado americano, Isaac Asimov (1920 – 1992) foi um dos mais prolíficos escritores de todos os tempos, tendo escrito ou editado mais de 500 livros de ficção científica, com um talento particular : dar explicações populares para princípios complexos.

Por que esse documento é raro ?

Foi em 1939 que Isaac Asimov começou a contribuir com histórias para revistas de ficção científica e, em 1950, publicou seu primeiro livro e uma das suas maiores obras, « Robot ». Apesar de ser Doutor em Ciências pela Universidade de Columbia desde 1947, preferiu dedicar-se a escrever e ganhar pouco. Porém, no final da sua vida, o autor frequentemente referiu-se à década de 1950 como sua « década de ouro », o que torna esta carta valiosa.

♦ R$ 1.200 ♦