O último monarca do Império do Brasil agradece formalmente um cardeal por seus votos de Natal.

Carta do Imperador Pedro II, com uma ampla assinatura « Imperador », para um Cardeal, em agradecimento aos votos de Natal. Uma página. Em português antigo. 39,5 cm x 32 cm. Rio de Janeiro, 30 de maio de 1864. Estado médio, uma mancha de vinho (de Dom Pedro II ou do Cardeal ?) que não prejudica a visibilidade do texto.

Conteúdo da carta : 

Illustrissimo e Reverendissimo em Christo Padre, Cardeal Amat Meu como Irmão muito Amado. Eu Dom Pedro II, por Graça de Deus Imperador Constitucional e Defensor Perpetuo do Brasil Vós Envio muito Saudar como a quem muito Amo e Preso. Recebi com o maior prazer a carta em que Me manifestaes os vossos sentimentos poroccasião do Santissimo Natal proximo passado. Sinceramente agradeço vos os votos que fareis pela minha felicidade bem como pela prosperidade do Imperio, cujos destinos me estão confiados e pedindo vos que Meu Nome Vos seja sempre lembrado em Vossas Preces, aproveito esta opportunidade para renovar vos as seguranças do alto apreço que Faço de Vossas virtudes Illustrissimo eReverendissimo em Christo Padre Cardeal Amat. Nosso Senhor Vos Haja em Sua Santa Guarda. Escripta no Palacio do Rio de Janeiro em 30 de Maio de 1864. Emperador.

O que está escrito no envelope :

Illustrissimo e Reverendissimo em Christo Padre Cardeal Amat Meu Como Irmão muito Amado.

Dom Pedro II (1825 – 1891) foi o segundo e último monarca do Império do Brasil, reinou o país durante 58 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, filho mais novo do Imperador Dom Pedro I que abdicou rapidamente : com cinco anos de idade, Pedro II já era Imperador, crescendo com a vontade de apoiar seu país e o povo brasileiro.

Durante seu reinado, Dom Pedro II desenvolveu fortemente o Brasil que se tornou uma potência emergente. A estabilidade política, a abolição da escravidão apesar da oposição e a liberdade de expressão fizeram dele um monarca admirado internacionalmente, por personalidades como, por exemplo, o cientista Charles Darwin, o escritor Friedrich Nietzsche e o compositor Richard Wagner.

Apesar da sua popularidade, foi destituído e passou os seus últimos dois anos de vida exilado na Europa.

Por que esse documento é raro ?

Dom Pedro II é certamente uma das personalidades históricas brasileiras mais conhecidas, tanto no Brasil como no exterior. Por consequência, a procura dos colecionadores por documentos autógrafos do Imperador é constante e crescente. Essa peça possui uma particularidade interessante… uma misteriosa mancha vermelha.