Tratando-se por depressão em uma famosa clínica da Suíça, o famoso aviador faz trabalhos manuais.

Carta manuscrita e assinada por Alberto Santos Dumont. Uma página. Em francês. 21 cm x 27 cm. Valmont, Suíça, em torno de 1930. Excelente estado.

Chère Madame,

Ci-joint votre album que j’ai réparé de mon mieux ; ci-joint aussi le livre avec la garde travail de la Dame de Vevey. Je vous prie de la regarder et aussi de la faire voir au Dr Widmer. Je crois que cette dame travaille très bien. Chère Madame, je vous prie d´accepter mes hommages les plus respectueux.

Santos Dumont

Alberto Santos Dumont (1873 – 1932) ficou conhecido sobretudo por ser um dos primeiros – o primeiro ? – a decolar a bordo de um avião com um motor a gasolina. Incapaz de assumir sua exposição mediática, sentindo-se responsável pelos frequentes acidentes de avião e seu uso como arma durante a guerra, Santos Dumont sofria emocionalmente.

Em 1925, ele foi hospitalizado na famosa clínica de Valmont, perto de Lausanne, dirigida pelo Dr. Henri-Auguste Widmer. Santos Dumont escreveu esta curiosa carta durante uma estada na clínica, onde parece ter se dedicado a pequenos trabalhos manuais.

Por que esse documento é raro ?

Esta carta, excepcional, nos ajuda a imaginar o genial inventor no final da sua vida, na Suíça, lutando contra a depressão.