Sobre o mesmo assunto

O grande pianista chileno elogia um renomado colega brasileiro por seus talentos de professor.

Carta escrita e assinada por Claudio Arrau, para Joseph Kliass. Uma página. Em inglês. 18 cm x 26,5 cm. Nova Iorque, 5 de fevereiro de 1948. Bom estado. R$ 1.200.

Todos nós temos teorias definidas sobre o ensino e existem muitas maneiras de desenvolver pianistas afinados. Ao mesmo tempo, existe uma arte especial para trazer para fora o melhor que as pessoas têm dentro delas. Conheço poucos professores que têm essa qualidade mais do que você.

O chileno Claudio Arrau (1903 – 1991) começou a tocar piano aos 4 anos de idade e fez uma das carreiras mais longas e mais admiradas da música clássica. Como seu amigo Kliass, Arrau estudou com Krause, último aluno de Franz Liszt. Especialista das composições de Chopin, Schumann, Brahms, Liszt e Beethoven, suas excepcionais gravações são referências mundiais até os dias de hoje. Verdadeira lenda no Chile, Claudio Arrau fugiu do regime de Pinochet, pedindo nacionalidade americana.

Joseph Kliass, famoso pianista paulista, estudou na Alemanha com Krause, último aluno de Franz Liszt ; conviveu com grandes músicos e intelectuais da época e criou uma coleção.

Por que esse documento é raro ?

Esta carta é única por seu conteúdo, entre dois pianistas amigos, ambos mundialmente renomados.

♦ R$ 1.200 ♦