O ator norte-americano Anthony Quinn atende o sonho de um jovem fã que mandou uma carta pedindo um autógrafo.

Carta datilografada a um fã de cinema de 16 anos, Kenneth Morris, nova-iorquino e colecionador de autógrafos, para Anthony Quinn, um dos seus ídolos, que retornou, algumas semanas depois, a carta com a assinatura : « Regards, Anthony Quinn ». Em inglês. Uma página. 18.4 cm x 26.4 cm. Estados Unidos, outubro 1960. Papel amarelado, bom estado. R$ 750.

Prezado Sr. Quinn,

Como me interesso muito pela indústria cinematográfica, coleciono autógrafos de atores e atrizes que foram nomeados para um « Oscar ».

Sabendo que você ganhou o prêmio por seu desempenho no Viva Zapata! E Lust For Life e também ter sido indicado por seu desempenho em Wild Is The Wind, eu apreciaria muito se você me enviasse sua foto autografada ou seu autógrafo para que eu possa adicionar seu nome à minha coleção.

Sr. Quinn, tenho 16 anos de idade e espero sinceramente que você atenda meu pedido, pois sem seu autógrafo, eu consideraria minha coleção incompleta.

No começo da década de 1960, Anthony Quinn (1915 – 2001) estava no auge da sua carreira no cinema, atuando em alguns filmes que virariam clássicos e fariam dele uma lenda do cinema americano : « The Guns of Navarone (1961) », « Lawrence of Arabia (1962) ou  » Zorba the Greek » (1964) mostraram ao público todo seu carisma.

Premiado com dois Oscar e acostumado em fazer papéis dos mais diversificados, Anthony Quinn foi procurado pelos melhores profissionais, trabalhando com nada menos que 46 atores e atrizes vencedores do Oscar, um recorde absoluto.

Por que esse documento é raro ?

A carta desse fã é interessante por ser bem documentada e educada. Apesar dos seus 16 anos, ele demonstrou muita determinação e maturidade para conseguir um autógrafo desse grande astro do cinema que detestava isso. Uma exceção à sua regra.

♦ R$ 750 ♦